quinta-feira, 29 de março de 2012

MULHER ATREVIDA ♥♥♥♥♥♥




   Não perca seu tempo querendo entende-la. A única conclusão que chegará é que não há nada para saber, apenas aceitá-la. Mas não desista de tentar ou vai perdê-la. Mulher atrevida é uma provocação, um desafio a tudo e a todos. Adora quebrar barreiras e quase sempre e a própria barreira. Mulher gosta de carinho e atenção, atrevida chama a atenção. . Não se assuste ela é assim, presença marcante sabe que agrada, mas vai tentar agradar sempre mais. Ousada ao extremo ela quer impactar; tímidas perto dela simplesmente desaparecem, e ela tem prazer nisso. Toda mulher adora ser cortejada, mulher atrevida busca seu homem. Mulher se veste para seu homem, mulher atrevida se despe para seu macho. Mulher divide a conta, mulher atrevida manda dar gratificação. Toda mulher adora um salto alto, mulher atrevida desce do salto se for preciso, mas nada tira seu brilho. Mulher atrevida pode ser chamada de oferecida, mas não se importa com clichê ela simplesmente acontece. Mulher sair para conquistar e seduzir, mulher atrevida vai à caça do macho seduz e devora. Ela manda no jogo, o homem que a deseja tem ser rápido nada de cantadas usuais. Atrevida dispensa qualquer tipo de manifestação sutil, prefere gestos avassaladores. Dominadora fala logo o que almeja; o homem que não gosta de ser dominado é melhor nem se aproximar, porque na cama ela sabe mandar. Atrevida na cama recebe com proveito, mas contribui com vontade, nunca vai dissimular ter orgasmos. Mulher atrevida tem prazer em agradar, mas tem quer ser esquadrinhada ao extremo. Não preocupa se o batom saiu na hora do sexo oral, se os cabelos atrapalharam enquanto seu homem se agarrava neles, não refaz a maquiagem, mas nunca perde o encanto pessoal e sua voluptuosidade. O homem que tem uma atrevida ao seu lado sabe que tem uma leoa, se são namorados, sabe que foi o escolhido, se é a sua amante nunca correrá risco. Mulher atrevida não disputa espaço. Só não espere dela inalterabilidade, tudo muda o tempo todo. Ela possui uma urgência extraordinária. Toda mulher é uma diversidade de sentimentos e a atrevida é o extremo de todas as emoções, quando chora não poupa lágrimas. Atrevida se derrama tudo nela é excesso. Entretanto adora servir, na cama abocanha seu homem e o devora, a excitação do seu macho é seu prazer. . São muitas as atrevidas cheias de atitudes fortes, que deixam seus rastros, são apenas mulheres oprimidas, rejeitadas, intimidadas, violentadas mentalmente ou sexualmente, sendo apenas escravas. Então passaram por uma mudança, a fragilidade não tem mais espaço em um mundo que as perseguem tanto, fazendo-as fortes, guerreiras, ousadas, braços envolventes que retém tudo a sua volta. Atrevida nunca perde seu encanto, são honestas com seus princípios. Atrevida na vida é nunca deixar de acreditar em si. Uma atitude atrevida pode trazer mais prazer em sua existência, no entanto uma mulher atrevida estará sempre na mira, será o foco de tudo. Mas atrevida mesmo é aquela que sabe lutar, sem nunca se esquecer de colocar uma flor nos cabelos e delicadamente ser mulher. Ser mulher é um atrevimento. A atrevida e o resumo de tudo que foi impostos mulheres, ela se abrevia não tem tempo para prova que tem bons modos, ela nunca perde o charme regrado a malicia.Mulher atrevida trás em si o novo tudo ela faz acontecer.  



video

sábado, 24 de março de 2012

Meu homem

                                                Meu homem
Gosto quando toca faminto em meu corpo guloso.
Permito que me devore que me coloque algemas prendendo você a mim.
Deixo-te fascinado com minhas artimanhas e delírios, que te leva à loucura.
Finjo não perceber que me admiras enquanto ensaboo meu corpo, canto baixinho uma canção inocente ao mesmo tempo em que deslizo minhas mãos mal-intencionadas sobre meu corpo húmido, perfumando para que fique mais sedutor. Em seguida te desprezo e me despeço já sabendo que não terás forças para partir, e que serás meu homem por mais uma noite. Vou matar sua fome, generosa te recebo em mim, e te rendo entre minhas coxas, e ao meu ritmo recebo suas estocadas picantes que só faz aumentar meu apetite, sugo sua boca e te ofereço meus seios para acrescentar sua tara. Em um movimento brusco me viro, e de bruços te faço saber que ÉS meu dono. Tenho meus cabelos puxados em uma desvairada demonstração do seu domínio sobre mim, te abono com meu sorriso refletido no espelho enquanto te recompenso ao recebê-lo por trás, e te levo a nocaute combatido de amor.
Faço-te saber que és o único responsável do meu vicio em você, meu homem. Quando seu olhar tocou meu corpo, e suas palavras confortaram meu íntimo, mas foram suas atitudes cheias de lascívia que me fez cativa do seu amor. Provocar meu homem e só uma resposta a tudo que me oferece, o meu homem tem de mim o melhor. Pará você meu corpo sempre será a mais delicadíssima iguaria condimentada com desejos devassos. E para você homem que me desnudo vestindo meu corpo de malícia.


segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Só sei amar assim



                                           Só sei amar assim.
Sou uma combinação de emoções enlouquecidas, não sou capaz de colocar regras nos meus devaneios.
Consinto que me tome no momento que lhe apraz, meu corpo subordinado aos seus anseios e incapaz de impedir que me dilacerem, meus sentimentos sempre aguçados em servi-lo não vai perdê-lo um instante se quer. Só sei amar assim! Entregue e obstinada em sorvê-lo, sempre pronta para capturá-lo. Nunca vou ser sua caça ou sua saudade, em qualquer direção que você vá vou estar presente, então entendera que meu amor e assim tórrido. Você extasiou meu corpo e o aliciou agora pervertido e dependente de qualquer fragmento que derive da sua essência.

Pervertidamente lhe desejo sou fascinada em te dar meu néctar, me fantasio para te envolver, mas sem jamais te realiza, isso seria o fim da minha louca historia fugas vou ser sempre sua pagina em branco onde você propõe o tema, nem me preocupo em ser a atriz principal. Quando ocupo seu cenário e me rendo aos seus arrojos ferinos, nesse momento sou a única em sua vida, eu vou esta no comando senhora absoluta do seu prazer não me importa as que viram posteriormente. Só sei amar assim desprendida de títulos, e docemente deixando minha marca. Não te espantes com meus excessos, mas saibas que não agüentara a minha ausência.

Quero-te em mim, sentir em minha boca gulosa e sedenta pelo seu gozo, ser montada com aferro ser espalmadas ate que suas mãos assinalem minha pele.
Desejo sentir seu pénis extravagante em minha vagina adocicada e
intumescida e desesperada ao recebê-lo. Vou guardar você em todo meu corpo, TE amo assim, tenho prazer em escorregar meu sexo gotejante pelo seu corpo te deixar impregnado do meu cheiro de fêmea gulosa que sempre vai servi-lo. E tanto amor, que deixando com que partas te trago sempre junto de mim, em uma maliciosa despedida que não fecha a porta. Deixo-te parti suas despedias tem sabor de chegada, sempre volta a mim.















terça-feira, 29 de setembro de 2009

Quero um amor !



Não quero mais um grande amor.
Nada de sentimentos avassaladores que me arranque o chão, e me faça repousar nas nuvens.
Não quero ter meu fôlego roubado, e meus ouvidos tapados, nada que me tire à razão.
A culpa dos meus desamores não será mais depositada em minhas emoções iludidas.
Sendo eu a culpada por me permitir ser devorada, sem oferecer resistência, dentro de mim uma urgência que me faz acatar aos apelos mais tentadores, e ofereço meu sabor sem me permitir apreciar uma noite de amor, meu prazer esta em apenas servir, gostava de ser devorado, como prato do dia.
Adorava ser consumida e tomada em qualquer lugar, de sentir meu corpo esquadrinhado, de ter a calcinha puxada brutalmente, minha vagina tocada com desespero.
Palavras vulgares me deixavam embriagada, minha pele arrepiava por qualquer sussurro.
Quanto mais forte as estocadas mais as queriam, me lambuzava com seu gozo que deixa escorrer em meu rosto.
Não quero mais um grande amor, que use palavras vazias, frases feita não ira mais me enganar, mesmo que eu almeje ouvi-las.
Descobri que quero calma para amar, que não vou ser mais a única opção.
Quero um amor que chegue calmo, porque será recebido com delicadeza, encontrará a mesa posta, e que calmamente deseje degustá-la. Venha bem devagar, quero que toque minha pele e me faça arrepiar, que sinta anseio para tocar meus cabelos, e nos meus olhos contemple meus desejos mais escusos.
Que beije meus lábios, afague os meus seios, e percorra suas mãos ávidas entre minhas coxas e manuseie meu sexo, enquanto faço confissões ousadas em seus ouvidos.
Quero retirar a lingerie delicadamente para você, em movimentos provocantes, acompanhado de um olhar malicioso.
Meu desejo exala, e me coloco apostos para recebê-lo, e cada centímetro seu será devidamente saboreado.
Quero calma, quero memorizar suas expressões enquanto estiver dentro de mim, desejo ser banhada pelo seu suor, quero que sinta meu corpo estremecer quando te melar com meu prazer.
Quero ter meu coração arrebatado, e não o meu corpo como um banquete a se devorado, mas como uma mesa deliciosamente posta para se degustada.
Encontre-me, mas venha sem presa porque te vou apreciar.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Maliciosa!


Maliciosa!
Descobri que sou seu desejo mais oculto.
Sei que me quer desesperadamente.
Andas como um faminto na tentativa de devorar-me, e com seu olhar sedutor, decora cada parte do meu corpo tentador.
Fascina-me o jeito que me desejas, sinto o quanto me quer!
Mas tenho prazer em tentá-lo.
Quero que perca o juízo e que enlouqueça de tesão por mim.
Meu prazer e aproximar-me deixando exalar meu perfume provocante, e que te agucem os sentidos.
Sinto teu olhar me queimar, enquanto deslizo minhas mãos em meus cabelos e te lanço um olhar pecador.
Percorro minha língua nos meus lábios entre abertos te deixando aguado.
Sei que me quer!
Aproximo-me de você com passos faceiros, e seu olhar, tenta seguir meu quadril que em um vai e vem se exibe. Antes que eu acabe meu desfile malicioso, me abaixo deixando meus seios a mostra, e quando te percebo desejoso então me afasto.
Encantam-me imaginar seus banhos cada vez mais demorados, seus toques desesperados enquanto pensa em mim, seus gemidos a me chamar, seu gozo derramado enlouquecido por um abrigo meu.
Já mais tocara em mim, jamais seria abrigo para seu deleite.
Excita-me imaginar com suas noites atribuladas, sonhando que me tomas e que entras em mim, ou que engulo teu sexo com loba faminta e o devoro.
Delicio-me imaginar você acordando com seu mastro duro latejando por me almejares.
Sou maldosa e escondo de você meus desejos mais tórridos, nunca saberás que sou louca para entregar-me em tuas mãos.
Meu prazer e te provocar como menina levada, que agi escondido fingindo não entender nada, e maliciosa induz a você querer esta dentro de mim, mas vou sempre me negar, meu prazer e te fazer saber que nunca me possuirás.
Mas quero mesmo e que venha e tome de assalto, já lhe dei varias pistas, mas e de propósito que não o deixo perceber.
Quero-te assim seus desejos aumentando, e eu aqui demonstrando não te querer.